0

Enxurrada de dinheiro – e expectativa de mais dólar – impulsionam altas nas bolsas

Fechar

19 de janeiro de 2021

Cesta básica: o que você precisa saber para ficar bem informado hoje

Por Weruska Goeking, Valor Investe — São Paulo – Matéria publicada originalmente no Valor Investe. Clique aqui.

Fique de olho

O mercado brasileiro volta a ter seu norte hoje, com a reabertura das bolsas americanas após um fim de semana prolongado por um feriado e às vésperas da troca de bastão na Casa Branca.

A realização de lucros observada no fim da semana passada, opção dos investidores para se resguardarem do fechamento das bolsas de Nova York ontem, dá lugar ao apetite ao risco nesta manhã. Bolsas da Europa e índices futuros dos Estados Unidos operam no azul ainda movidas pela quantidade exorbitante de dinheiro injetado nas economias para incentivar a recuperação da crise causada pela pandemia de covid-19.

“Em um cenário em que a liquidez mundial continua bastante alta, a ausência de notícia faz com que a tendência de alta continue prevalecendo. É necessário uma notícia ruim para o mercado cair, caso o contrário ele continua subindo e é o que a gente tem visto hoje”, diz Mauro Morelli, Estrategista da Davos Investimentos.

A expectativa dos mercados financeiros hoje fica com as declarações de Janet Yellen, ex-presidente do Fed (Federal Reserve, o banco central dos EUA) e indicada pelo presidente eleito, Joe Biden, para o cargo de secretária do Tesouro americano.

Yellen fala hoje ao Comitê de Finanças do Senado e é esperado que ela peça que o Congresso faça mais para combater a recessão profunda, dizendo que as ameaças de uma retração mais longa e ainda pior são grandes demais para que o apoio seja reduzido agora. Ou seja, ela vai pedir mais dinheiro e o mercado financeiro adora isso.

A expectativa é de que seu depoimento, que faz parte do rito para ela assumir o Tesouro, incentive os congressistas a votarem a favor do pacote de ajuda de US$ 1,9 trilhão proposta por Biden.

No Brasil, a distribuição de vacinas em diversos estados, ainda que muito abaixo do necessário para imunizar os grupos de risco, segue dando algum ânimo para as perspectivas de retomada econômica no futuro.

“Preocupações antigas ainda estão na pauta, como a eleição do Congresso brasileiro, o lado fiscal ainda não resolvido e como a inflação brasileira vai responder nos primeiros meses do ano depois de um repique no fim do ano passado”, diz Morelli, destacando que essas incertezas têm se refletido muito mais nos mercados de câmbio e juros do que no de ações.

Bolsas internacionais

As bolsas asiáticas fecharam novamente sem direção única hoje, com a mudança de liderança nos EUA aumentando as esperanças de mais apoio para a economia e medidas mais agressivas para combater a pandemia. Contudo, apesar dos ganhos em Tóquio, Seul e Hong Kong, o dia terminou com quedas na China.

O Nikkei, referência da Bolsa de Tóquio, subiu 1,39%, e o Kospi, da Bolsa de Seul, avançou 2,61%, e o Hang Seng, de Hong Kong, ganhou 2,70%. Já na China, o Xangai Composto encerrou o dia em queda de 0,83%, e o Shenzen Composto recuou 0,96%.

A indicada do presidente eleito Joe Biden para secretária do Tesouro, a ex-presidente do Federal Reserve Janet Yellen, está pedindo ao Congresso que faça mais para combater a recessão e evitar uma desaceleração ainda pior.

Em depoimento preparado para sua audiência de confirmação hoje perante o Comitê de Finanças do Senado, Yellen dirá que mais ajuda é necessária para distribuir vacinas contra o coronavírus – chave para acabar com os surtos -, para reabrir escolas e ajudar famílias que lutam com a perda de empregos a se manterem alimentadas e abrigadas.

Os mercados dos EUA ficaram fechados na segunda-feira devido a um feriado nacional. Analistas dizem que a atenção está voltada para a posse de quarta-feira e o início de um novo governo com a saída do presidente Donald Trump.

“A mudança positiva no otimismo dos investidores antes do dia da posse é um sinal claro de que o mercado está se inclinando para uma aprovação antecipada da agenda de políticas do governo Biden”, disse Stephen Innes, da Axi, em um comentário.

Agenda

Sem indicadores relevantes no Brasil e nos Estados Unidos, a agenda de hoje tem como principal destaque o leilão de NTN-Bs, papéis atrelados ao IPCA, pelo Tesouro Nacional. O acolhimento das propostas ocorre entre 11h e 11h30. A divulgação do resultado está prevista para a partir de 11h45 e a liquidação financeira será amanhã.

Além disso, os diretores do Banco Central se reúnem hoje para o primeiro dia de reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom), que definirá o rumo da taxa básica de juros, a Selic.

Empresas

Começa nesta terça-feira (19) o período de reserva para pequenos investidores comprarem ações da Intelbras antes da estreia na bolsa, prevista para 4 de fevereiro, com o código INTB3. O período de reserva termina em 1º de fevereiro.

A Cyrela divulgou prévia operacional do quarto trimestre, quando lançou valor geral de vendas (VGV) de R$ 2,87 bilhões, alta de 105,6% na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram lançados 25 empreendimentos de outubro a dezembro.

A Gafisa informou hoje que estuda atualmente a possibilidade de separar as atividades do segmento de propriedades e o ingresso de novos recursos para tal divisão. A informação foi divulgada após questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a respeito de uma notícia sobre uma possível oferta de ações do braço de propriedades, criado recentemente.

A C&A informou que deu início a parceria comercial com o Enjoei.com.br Atividades de Internet, e lançou a campanha “Novo de novo”. A parceria ainda prevê benefícios para os usuários vendedores cadastrados no Enjoei. Os créditos disponíveis no Enjubank, a carteira virtual do Enjoei, poderão ser usados para compras no site da rede C&A e darão direito a bônus.

As vendas brutas totais contratadas da Helbor Empreendimentos atingiram R$ 410 milhões no 4º trimestre de 2020, uma queda de 12% ante o mesmo período de 2019. No ano de 2020 como um todo, as vendas contratadas somaram R$ 1,446 bilhão, recuo de 16,5% ante o total de 2019.

A PetroRio informou que seu conselho de administração aprovou a realização de uma oferta subsequente (follow on) de ações, com esforços restritos de distribuição. A oferta base, que será apenas primária, é de 22 milhões de ações, podendo ser acrescida de mais 35%. Considerando o valor de fechamento dos papéis na última sexta, de R$ 74,28, a oferta base pode movimentar R$ 1,634 bilhão.

(Com Valor PRO, serviço de notícias em tempo real do Valor)

Para acessar esse conteúdo é necessário registrar-se.

You have successfully subscribed to the newsletter

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Davos will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.